Padrões de beleza: O que eles acrescentam na sua vida?

Eu não me considero totalmente fora do que a sociedade impõe como padrão para ser bonita, pois tenho cabelo liso e olhos claros, mas eu nasci assim, esse é meu corpo, não escolhi como nasceria. Não escolhemos como nascemos, mas depois disso podemos mudar totalmente a nossa aparência.

Se uma pessoa não se sente bem consigo mesma, quer que seu cabelo seja mais liso, mais enrolado, de outra cor, quer ter uma pele mais bronzeada, etc, e todas essas vontades vem dela, qual o problema? Exatamente, nenhum! O problema é que a sociedade só considera bonito quem seguir determinados padrões. As mulheres têm que ser altas, magras, de cabelos lisos ou cacheados. Cabelos crespos? De jeito nenhum! Homens precisam ter tanquinho, loiros de olhos azuis ou morenos de olhos verdes. Magrelo sem músculos? Sem condições.

Agora eu pergunto: qual seria a graça se todas as pessoas do mundo tivesse a mesma aparência ou tivessem pouquíssimas diferenças? Qual seria a graça de sair na rua e ver 20 pessoas na fila em uma loja exatamente iguais e comprando a mesma coisa? Imagina só, que monotonia! Eu não condeno nem acho feio, de jeito nenhum, quem se encaixa nos padrões porque nasceu assim ou pelo simples fato de que se sente bem assim, mas, me contem, qual a graça de mudar toda a sua aparência, e não só ela, também o seu modo de viver, só porque alguém que nem te conhece diz que é assim que você deve ser? Pra que isso? O que isso acrescenta na sua vida? A resposta é bem simples: tristeza e falta de autoconfiança e autoestima.

Não deixem a depressão e a falta de autoestima entrarem na sua vida por causa desses padrões! Eu sempre tive problemas com isso e sempre me questionei se as pessoas me acham bonita e se elas gostam de mim. A resposta da segunda, na minha cabeça, dependia muito da primeira. Mas, depois de  um tempo e de um longo processo de aceitação, percebi que: e daí se as pessoas não me acharem bonita? Por que devemos nos importar e transformar a opinião dessas pessoas na nossa verdade absoluta? Não devemos! Somos todas lindas e perfeitas para alguém! E, sem querer entrar em religião e crenças mas já entrando, Deus nos ama da mesma maneira, com a mesma intensidade, independente de tudo.

Muitos, ao serem questionados sobre esse assunto, dizem que é tudo mentira, que isso não existe. Mas existe sim, e está mais presente na nossa vida do que a gente percebe. Participo de grupos para blogueiros no facebook e é evidente que as meninas que seguem esses padrões e que postam fotos suas maquiadas e arrumadas recebem um retorno maior do que uma que foge dos padrões e que está no grupo no mesmo período de tempo que a anterior e interage do mesmo jeito, inclusive comentaram sobre isso em um grupo outro dia. Agora me digam: por que o blog da menina magra, de cabelos lisos, morenos, olhos claros que está sempre de maquiagem tem, necessariamente, um conteúdo melhor que as outras? Não estou dizendo que não pode ter, é claro que pode, e é isso que quero mostrar: todos temos capacidade, independente da nossa aparência física.

Sabe, estou cansada de ouvir que a nossa geração é a mais superficial, e, infelizmente, é verdade. Em pleno século XXI julgarmos a capacidade de alguém por sua aparência é simplesmente ridículo! Parece que enquanto a tecnologia avança, nós retrocedemos! Vamos mostrar que somos mais que isso, vamos mostrar que todos somos lindos por dentro e por fora, que esses padrões não valem de nada!

Outra coisa que deveríamos parar e refletir é: o que NÓS consideramos bonito? Como disse anteriormente, somos, graças a Deus, diferentes uns dos outros, e, consequentemente, temos opiniões diferentes. Não vamos deixar que a opinião dos outros nos ceguem, vamos pensar por nós mesmos, e viva a diversidade!

Espero que parem pra refletir sobre o tema, e deixe aqui sua opinião, mesmo que não seja igual à minha. Espero que tenham gostado do texto.

Beijos, Mari

Anúncios

4 comentários sobre “Padrões de beleza: O que eles acrescentam na sua vida?

  1. MARI, que texto mais lindo, sério! Eu concordo com tudo e mais um pouco do que você falou no seu texto, eu tive sérios problemas de aceitação na minha vida por ser uma pessoa mais gordinha,achava que sempre eu era o errado por ser assim, mas com o tempo está tudo voltando ao normal, tomara que daqui a algum tempo essa sociedade não coloque mais padrões.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s