Naomi & Ely e a Lista do Não Beijo

Naomi ♥ Ely, e ela é meio que apaixonada por ele.

Ely ♥ Naomi, mas ele meio que prefere garotos.

Não é fácil. As coisas que realmente importam não são fáceis. Os sentimentos de alegria são fáceis. A felicidade, não. Flertar é fácil. Amar, não. Dizer que é amigo de alguém é fácil. Ser amigo de verdade, não.

resenha naomi and ely e a lista do nao beijo Bruce, o Primeiro, é apaixonado por Naomi, que namora Bruce, o Segundo, mas é secretamente apaixonada por Ely, 0 melhor amigo gay.

Naomi e Ely são amigos inseparáveis desde pequenos. Por conta de uma confusão causada pelo pai de Naomi e uma das mães de Ely, os melhores amigos criam a Lista do não beijo, na qual colocam o nome de todos os garotos que eles não podem beijar, em hipótese nenhuma, para garantir que a amizade continue intacta. Tudo está indo bem, até que Ely beija Bruce, o Segundo, e a amizade que parecia perfeita começa a desmoronar.

A história do livro se baseia em como os dois vão se resolver. Enquanto isso, Naomi explora o tão temido mundo sem Ely, e ele descobre que precisa se esforçar mais do que considerava necessário para manter um relacionamento com alguém que ama.

A história confirma que, sim, uma amizade depende de confiança e lealdade, e quando falta uma dessas coisas a amizade pode ir por água abaixo, e que reconquistar a confiança de alguém é mais difícil do que conquistá-la pela primeira vez, mas não impossível.

Os autores, David Levithan e Rachel Cohn, são os mesmos de Nick e Norah: uma noite de amor e música. David também é autor de Will & Will: um nome, um destino, em parceria com John Green e Garoto encontra garoto. Rachel Cohn também é autora de Pão de Mel, Princesa Pop, e outros livros.

De fácil leitura, o livro tem 254 páginas, foi publicado pela Editora Galera Record em 2015, e prende o leitor do começo ao fim, e é bem difícil saber se eles vão se resolver ou não.

Eu particularmente gostei de todos os personagens principais, achei que todos foram bem construídos. A história foca mais na amizade entre os dois do que nos casos amorosos deles, vale a pena a leitura.

Espero que gostem e, se já leram, deixe suas opiniões nos comentários.

Beijos,

Mari ♥

Anúncios
pote de conquistas 2016

Pote de Conquistas 2016

Fala blogosfera, tudo bom? Continuando com a vibe do post anterior, sobre como tornar 2016 um ano diferente, venho aqui hoje mostrar um potinho muito especial, que pode mudar completamente a maneira que você enxerga sua vida. Estamos sempre reclamando que os anos foram ruins, mas, na maioria das vezes, só focamos nos problemas, nos esquecemos daquelas pequenas coisas que nos fazem sorrir dia após dia, e com esse pote, nos lembraremos do que nos faz feliz sempre que quisermos.

A proposta é bem simples: toda vez que algo bom acontecer, toda vez que algo te fizer sorrir, anote em um pedaço de papel, dobre, e coloque dento do potinho. Quanto maior a frequência, melhor! Tente colocar um papel por dia. Se lembrar de pelo menos uma coisa boa que te aconteceu no dia é um ótimo exercício. Deixe-o em um local visível, para que você nunca se esqueça.

Mas, Mari, quando eu devo abrir o pote? Fica a seu critério! Eu pretendo abrir no final de 2016. Quando ler os papéis, vai perceber que esse período da sua vida foi bem melhor do que se lembrava.

Não se esqueça: seja grato. Sempre lembre-se de agradecer por tudo o que te acontece que, pode ter certeza, você irá atrair coisas melhores ainda!

felicidade-nas-pequenas-coisas-pote-de-conquistas

Espero que gostem da experiência, e, se já fizeram, deixem nos comentários como foi!

Obs: é a primeira vez que uso fotos que eu mesma tirei e editei, então me perdoem se não estiverem tão boas!

Bjs,

Mari ♥

 

2016: Vamos Fazer Diferente?

Todo ano que se inicia é a mesma coisa: aquela expectativa absurda e todos desejando um ano diferente, um ano melhor. Mas, calma lá, porque vocês acham que será diferente, melhor? Obra do destino? Se nós queremos que tudo seja diferente, nós não deveríamos tentar mudar tudo?

Já ouviram falar do princípio 90×10, de Stephen Covey? Se baseia no fato de que 10% da sua vida é o que acontece nela, e os outros 90% é como você reage a isso. Ou seja: você define como a sua vida será. Você está no trânsito e batem no seu carro. Qual sua reação? Descer do carro xingando? Isso só aumenta as chances da pessoa ser grossa com você também. Se em 2015 você fazia isso, em 2016 faça diferente.

Para tudo na vida há duas opções, sempre dá para escolher, sempre dá pra olhar com outros olhos e sempre dá pra ser diferente.

Pense antes de falar. Pare de se vitimizar. Pare de reclamar de tudo. Tente enxergar o melhor lado da coisa. Só diga o necessário. Evite xingar. Tenha calma. Evite tudo que te faça mal e se aproxime de tudo que te faça bem.

Eu quero mudar, eu quero que meu 2016 seja diferente de 2015, e eu sei que será. Quando 2015 começou, eu estava decidida a lidar com meus problemas de auto-estima e de timidez, e foi isso que eu fiz. Foi um ano bem diferente de 2014, um ano de superações. Eu sofri muito menos e perdi menos oportunidades também (por conta da timidez). Em 2016, quero continuar evoluindo quanto a isso, e ainda existem muitas coisas pra superar, pra vencer, pra mudar.

Gratidão.

Sabe essa pequena palavra? Ela muda tudo. No lugar de ficar lembrando dos motivos que te fazem acreditar que 2015 foi um ano ruim, lembre das coisas que o fizeram um ano bom, e seja grato por elas, valorize elas.

Nesse ano que acabou de se iniciar, seja mais grato, valorize mais o que te faz bem, mesmo que sejam pequenas coisas. Problemas? Sinto lhe dizer, mas eles vão continuar existindo. Mas os resolva da melhor maneira possível e depois deixe pra trás. Guardar essas coisas só te fará mal.

Sabem aquelas metas que todo mundo faz? Elas podem sim se concretizar, é só você querer. Corra atrás e seja feliz.

Um ótimo 2016 pra todos os que fizerem acontecer,

beijos, Mari ♥

 

Covers Internacionais que Fizeram Sucesso

Fala blogosfera, tudo bem? Acho que todos já ouviram falar de covers, né? O termo tem origem no inglês e é definido por pessoa (ou grupo de pessoas) que apresenta imitações de um(a) artista, um(a) cantor ou banda famosa. (http://www.dicio.com.br/cover/)

Covers são gravados a todo tempo, por pessoas famosas ou não, e alguns fazem tanto sucesso que chegam a ultrapassar a música original, e no post de hoje, é exatamente sobre covers famosos que vamos falar.

  • The Man Who Sold the World

A música original foi lançada em 1970 pelo David Browie e dá nome ao seu terceiro álbum. A banda Nirvana gravou um cover da música que ficou tão famoso que David Browie chegou a declarar que encontrava crianças que achavam legal ele “cantar uma música do Nirvana”. O cover chegou até a entrar em rankings  da Billboard.

  • Yellow

Quem gosta de Coldplay com certeza já ouviu essa música, lançada em 2000 como primeiro single da banda nos Estados Unidos, e o cover mais famoso da música pertence a Laura Mvula.

laura

  • Fast Car

A música foi lançada em 1988, e a cantora, Tracy Chapman, ganhou até Grammy com a música. Em 2014 Sam Smith gravou um cover da música, em uma versão mais calma e delicada.

  • Cry Me A River

Lançada originalmente por Justin Timberlake em 2002, ganhou um Grammy e dois prêmios da MTV Video Music Award (Melhor clip masculino de pop e melhor clip masculino) nos anos de 2003 e 2004. Em 2013, Selena Gomez cantou uma adaptação da música em um show para a Unicef, e a imprensa garante que a música foi para o ex, Justin Bieber. O casal havia se separado um mês antes.

selena cmar

  • All I Want

A música foi lançada pela banda Kodaline em 2012 e faz parte da trilha sonora oficial de A Culpa É Das Estrelas. A cantora Ellie Goulding lançou um cover da música em 2014, e postado em abril na sua conta oficial da Soundcloud, e, em outubro, cantou a música ao vivo com a colaboração de Dj Fresh.

  • Give Me Love

A música é o sexto single do álbum de estreia de Ed Sheeran, + (plus), e foi lançada em 2012, e faz parte da trilha sonora das séries The Vampire Diaries e Home and Away. Em 2014, Demi Lovato fez um cover da música durante uma apresentação da IHeartRadio, e, mais tarde, um dueto com o próprio Ed Sheeran.

ed e demi give me love

Se você gostou desse post, precisa dar uma passadinha no blog Feminice Aguda e ver o post que ela fez sobre covers nacionais que você precisa conhecer! Não esquece de passar lá, hein! O post está incrível ♥

Um grande beijo,

Mari